Como Plantar orquídea Bambu em vaso

Embora seja da mesma família, a orquídea bambu é diferente de todas as outras espécies de orquídeas, embora seja a mais popular.

Quando pensamos em orquídeas, é comum associarmos com a bambu, por suas características marcantes e beleza exótica.

No entanto, ela também se difere no modo de plantar, e pode ser um desafio empolgante para amantes da jardinagem.

Por isso, nós preparamos um guia especial sobre a orquídea bambu, para te ajudar a cultivá-la da maneira correta, e aproveitar toda a beleza que essa planta oferece ao florescer.

Características da orquídea bambu

A orquídea bambu é uma das flores mais comuns nas revistas de paisagismo. Além de ser um ícone da espécie, também é uma das mais perfumadas.

Dessa forma, é frequentemente escolhida para compor ambientes decorativos, como consultórios e escritórios.

Originalmente, a orquídea bambu é nativa da Ásia, onde costumava nascer entre o mato. No entanto, ela é ainda mais rara, fazendo parte de um grupo com outras 7 espécies, apenas.

Isso porque, ao contrário de outras orquídeas, a bambu é uma planta de clima árido e quente. Inclusive, muitas vezes seu plantio se dá em grandes campos abertos, sob a luz direta.

Ela leva esse nome por conta de seus pseudobulbos, também conhecidos como hastes. Por serem maiores e mais grossos, se assemelham a bambus, caracterizando a orquídea desse grupo.

Além disso, ela também possui um tamanho considerável. Na Ásia, podia chegar a 2 metros de altura, de modo que só podia ser cultivada em campos abertos.

No entanto, hoje já é possível cultivá-la em vasos, como mostraremos a seguir. Mas ela se desenvolve igualmente bem em jardins naturais, sob a terra e o sol.

Ainda, suas flores costumam florescer ao longo de todo o ano, ao contrário de outras orquídeas de vasos que conhecemos. Por outro lado, suas flores duram apenas 3 dias, enquanto outras podem chegar a 15 dias.

Por isso, trata-se de uma espécie rara e exótica, perfeita para aumentar sua coleção e praticar suas habilidades de jardinagem.

Cores da orquídea bambu

Uma das principais características da orquídea bambu são suas cores, que se tornaram populares no paisagismo. Confira as principais:

Orquídea bambu branca

Sendo a mais tradicional, a orquídea bambu branca também é a mais procurada entre pessoas que planejam começar a plantar essa flor.

Suas pétalas se mesclam com outras cores, embora o branco seja predominante durante o florescimento.

Além disso, é mais comum encontrar orquídeas brancas com manchas violetas, que atribuem a ela a paleta de cores que conhecemos.

Sob o sol, a orquídea bambu branca pode se tornar rosa, uma mudança exuberante de assistir.

Orquídea bambu amarela

Embora mais rara, a orquídea bambu amarela também existe e encanta amantes de flores.

Suas pétalas assumem uma única cor amarelada em todas as pétalas, também compondo uma das orquídeas mais conhecidas.

No entanto, elas não costumavam brotar em terrenos amplos, como as orquídeas asiáticas. Por isso, sua muda é mais rara, e costuma ser mais cultivada em lugares apropriados, como campos abertos.

Como plantar orquídea bambu em vaso

Depois de conhecer mais sobre a orquídea bambu, é hora de aprender como plantá-las em vaso, e, assim, aumentar a sua coleção.

Embora as primeiras espécies atingissem mais de 2 metros, é possível ter uma versão reduzida em seu ambiente. No entanto, é importante se atentar para alguns elementos fundamentais:

Vaso

Antes de mais nada, você precisará providenciar um vaso com, no mínimo, 20 centímetros de altura, para que a raiz possa se fixar apropriadamente.

Essa orquídea possui um crescimento demorado, mas que atinge boas medidas depois de finalizar seu ciclo.

Por isso, você deve se certificar de que o espaço no vaso é suficiente para que os pseudobulbos não sufoquem ou fiquem apertados.

Dependendo da muda, é possível escolher um vaso maior, de modo que elas fiquem dispostas no chão.

Inclusive, este é um ponto importante na hora de plantar orquídeas bambu. Elas devem ficar em um espaço aberto, sem impedimentos sobre elas, ou poderão crescer tortas.

Substratos

Outro ponto que se difere no cultivo da orquídea bambu é o substrato utilizado para o seu plantio.

Isso porque a maioria das orquídeas se dá bem com fibras, coco e carvão, por exemplo. No entanto, a bambu também se desenvolve vem na terra, com componentes orgânicos e um pouco de areia.

Uma vez que suas hastes são mais fortes e grossas que as de outras plantas, é importante que o substrato que cubra o vaso seja firme o suficiente.

Entretanto, tome cuidado com a quantidade de areia, pois ela aumenta a temperatura nas raízes e pode ter o efeito oposto. O recomendável é apenas uma pequena porção para auxiliar na fixação.

Além disso, a terra também pode ser misturada com fibras e raspas, como no plantio de outras orquídeas. Nesse quesito, são poucos componentes que realmente impedem o desenvolvimento da bambu.

Muda de orquídea bambu

Depois de providenciar o vaso e o substrato, o próximo passo é adquirir uma muda de orquídea bambu.

Outras plantas dessa espécie costumam ser fáceis de adquirir e plantar, por conta do tamanho menor. No entanto, a bambu é conhecida por seu tamanho.

Por isso, o mais recomendável na primeira vez é comprar uma muda adequada em lojas especializadas. Futuramente, depois de adquirir experiência, você poderá criar suas próprias mudas.

Garanta que as raízes estão saudáveis e boas para plantar. Elas devem ter um tamanho considerável, para que possam fixar todo o peso da planta e suas hastes.

A orquídea bambu é mais difícil de plantar com sementes, embora seja uma possibilidade. Assim, o mais indicado é optar pela muda já criada, para não errar.

Primeiros cuidados

Este é outro ponto fundamental na hora de plantar uma orquídea bambu.

Com a muda certa e os demais componentes, basta acomodar a planta e realizar os primeiros cuidados para garantir que ela comece a crescer saudável.

No entanto, esses cuidados mudam para essa espécie. Geralmente, as orquídeas não gostam muito de água, e é preciso estabelecer intervalos para não encharcar suas raízes.

Com a orquídea bambu, ocorre justamente o contrário. Essa espécie adora água, e é importante regar com frequência, pois além de se adaptar bem, ela também absorve muita água com as raízes.

Deixar de molhar regularmente pode prejudicar sua orquídea, por isso não tenha medo de molhar sempre que necessário, e manter a terra úmida.

Além disso, outro cuidado com orquídeas é deixá-las em um ambiente iluminado e arejado, mas nunca diretamente no sol. Isso porque suas folhas e flores podem se queimar, deixando-a prejudicada.

Entretanto, com a orquídea bambu não existe esse risco. Essa planta é especificamente de climas quentes e áridos, e pode ser exposta ao sol tranquilamente.

É claro, não é indicado deixá-la longos períodos sob o sol, especialmente sem regar, mas a luz direta não irá prejudicar suas folhas e flores.

Por isso, certifique-se que ela tome bastante luz, ao menos uma vez por dia, para se desenvolver apropriadamente.

Seguindo essas dicas, a sua orquídea crescerá linda, e você poderá aproveitar as flores durante todo o ano.

Como replantar orquídea bambu?

Depois de algum tempo, pode ser necessário replantar a sua orquídea. Isso se dá por vários motivos, como:

  • Danos no vaso;
  • Crescimento maior do que esperado;
  • Planta com aspecto pouco saudável;
  • Mudar de lugar;
  • Mudar o substrato.

No entanto, é importante replantar com cuidado. Se você for mudar a planta de vaso, certifique-se de ter um substrato com muitos componentes.

Além disso, as hastes são mais firmes, e é preciso cuidado para não entortar a planta durante o transporte.

Garanta que as raízes possuem, no mínimo, 5 centímetros, e não tenham nenhum tipo de parasita ou inseto que pode danificá-la.

Para auxiliar no replantio, adicione um pouco de adubo orgânico, principalmente para nutrir as raízes no novo vaso.

De modo geral, é importante apenas se preocupar com as raízes e a saúde das hastes. Se for possível, opte por plantá-la somente uma vez, para que sua orquídea bambu não tenha problemas durante seu ciclo natural.

Como fazer a poda da orquídea bambu?

As vezes, não é preciso replantar sua orquídea, apenas realizar uma poda.

Essa habilidade pode ser difícil para alguns jardineiros menos experientes, por isso, considere contratar um profissional, para não arriscar.

No entanto, se você quiser experimentar, não existem segredos. Basta ter os equipamentos corretos, afiados e bem higienizados, para não causar nenhuma doença na planta.

Com a orquídea bambu, não é preciso se preocupar com as hastes, por ser mais resistentes. Apenas observe os botões que podem florescer, ou que já apodreceram.

Corte sempre próximo aos bulbos, e recolha do vaso. O mesmo para folhas secas ou prejudicadas.

Durante a poda, evite cortar muito da haste, especialmente mais próximo da base. Geralmente, essa parte se renova sozinha, e raramente apresenta decomposição.

Com cuidado e atenção, sua orquídea bambu permanecerá bonita e saudável.

Como fazer muda de orquídea bambu?

Agora, se você tem uma orquídea bambu saudável e experiência cuidando dela, pode se aventurar nas mudas da sua planta-mãe.

Essa espécie possui uma facilidade, que se chama keiki. Os keikis são brotações que nascem na própria orquídea, geralmente no topo ou no meio de suas hastes.

Elas permitem que você as recolha em uma poda e plante em outros vasos. Se a planta se adaptar ao vaso e ao substrato, poderá crescer e virar uma orquídea adulta igualmente bonita.

No entanto, para ter uma muda próspere, retire os keikis apenas de orquídeas que já floresceram uma vez.

Dessa forma, terá mais chances de fazer com que o plantio dê certo futuramente.

Qual o preço da orquídea bambu?

Para começar seu plantio de orquídea bambu, um dos primeiros passos é adquirir uma muda, e, para isso, você pode comprá-la.

Embora se uma planta que representa a espécie, sua muda não é tão acessível quanto outros tipos de orquídeas.

Isso porque seu tamanho pode dificultar o processo de transporte, o que também encarece o preço.

No entanto, com as novas tecnologias, não é mais necessário procurar em lojas físicas especializadas, muitas vezes existentes apenas em grande cidades.

Pela internet, é possível encontrar inúmeras plataformas que vendem mudas de orquídea bambu.

Os preços variam bastante. Em uma pesquisa rápida, a média dos valores permanece em R$100,00, com algumas variações para mais ou para menos.

Em grandes atacados, como o Mercado Livre, por exemplo, é possível encontrar mudas profissionais por menos de R$100.

Enquanto isso, centros especializados em jardinagem oferecem diferentes tamanhos e pesos por R$120, aproximadamente.

Além disso, o frete da compra online também influencia no valor final, de modo que é importante verificar se vale a pena encomendar pela internet ou procurar uma loja próxima de você.

Ainda, existem mudas não profissionais anunciadas nas redes sociais. Nesse caso, você pode adquirir sua orquídea mais facilmente, ou pegar uma muda de conhecidos, por exemplo.

Vale a pena plantar orquídea bambu?

A orquídea bambu se diferente bastante das demais espécies de flores com o mesmo nome.

A começar pela altura, ela se destaca, podendo alcançar vários centímetros a mais que flores de decoração de mesa, por exemplo.

Por outro lado, é uma das representantes da espécie, por suas cores características e seu perfume que deu origem à fama das orquídeas.

Dessa forma, se você deseja cultivar uma planta exótica e diferente, a orquídea bambu certamente é uma boa alternativa.

Ela é resistente, de modo que pode durar por vários anos, se crescer adequadamente. Além disso, não precisa dos mesmos cuidados de outras plantas, podendo ser regada com frequência e ficar sob o sol.

Dificilmente tem problemas com pragas, mas produtos específicos ajudam a acabar com eles rapidamente.

Trata-se de uma planta indicada para todos os tipos de jardineiros, podendo embelezar e dar vida ao ambiente, sendo uma das flores preferidas dos paisagistas.

Por isso, vale a pena cultivar a orquídea bambu e adicioná-la ao seu jardim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *